São Paulo — Imagens das câmeras de monitoramento de lojas de Peruíbe, no litoral paulista, revelam como o falso massagista preso na sexta-feira (2/2) praticava os abusos contra mulheres. Pelo menos três vítimas denunciaram o homem à Polícia Civil.


0

Segundo a polícia, o homem entrava em estabelecimentos comerciais em que havia atendentes mulheres, dizia ser novo na cidade e que estava montando um consultório de massoterapia e fisioterapia. Em seguida, ele oferecia massagens gratuitas para “demonstrar” suas habilidades.

As funcionárias que aceitavam a “cortesia” acabavam abusadas pelo homem, de 44 anos. Durante a massagem, ele apalpava as partes íntimas das mulheres (veja abaixo). No segundo vídeo, uma câmera de rua registrou o momento em que ele caminha após praticar abusos em uma loja.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), o homem acabou preso, por volta da meia-noite de sexta-feira, no centro de Peruíbe, por policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) da cidade. Pelo menos três mulheres denunciaram o falso massagista.

De acordo com a pasta, o homem foi levado à Delegacia Sede de Peruíbe, onde permaneceu à disposição do Poder Judiciário. O nome do suspeito não foi divulgado.

Powered by the Echo RSS Plugin by CodeRevolution.