Investigadores da 9ª Delegacia de Polícia (Lago Norte) descobriram a motivação do assassinato brutal do boxeador e vigilante de boate Paulo Medrado (foto em destaque), 33 anos.

Os policiais descobriram que os autores ficaram revoltados por terem sido retirados à força de uma casa de shows, em Planaltina, no mês de fevereiro deste ano, após serem flagrados por Paulo usando lança-perfume no interior do evento.

Um dos autores tem 17 anos e seria o responsável por efetuar os disparos. Ele foi apreendido na manhã desta sexta-feira (19/4) e encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde confessou o ato infracional análogo ao crime de homicídio.

O comparsa do menor foi identificado como Marcos César Pereira de Souza, 25 anos, e é considerado foragido.

Souza teria sido o responsável por conduzir o carro até o crime. Na ocasião, ele desceu na companhia do segundo autor. O fato ocorreu por volta das 5h, durante uma festa de som automotivo nas proximidades do Posto Flamingo.

PCDF procura criminoso envolvido na morte de boxeador em posto
PCDF procura criminoso envolvido na morte de boxeador em posto

Na ocasião, Paulo Roberto chegou ao local na companhia de dois amigos. Todos conversavam, quando um homem surgiu em meio aos carros estacionados e abriu fogo apenas contra o segurança. Todos os tiros atingiram a vítima, que morreu na hora.

Crime gravado

Vídeos das câmeras de segurança do Posto Flamingo mostram o momento em que os assassinos do boxeador chegam ao local da emboscada. Um dos criminosos inclusive faz o sinal da cruz pouco antes de executar a vítima.

Veja a gravação:

Na primeira imagem, é possível visualizar um dos autores do crime descendo a pé de um carro. Na sequência, surge um Fiat Pálio, cor vinho/vermelho, com um adesivo ocupando praticamente todo o vidro traseiro, sendo conduzido pelo segundo autor do assassinato.

Após estacionarem o veículo em uma região ao lado do estacionamento do posto de combustíveis, os dois criminosos caminham em direção a Paulo. Um deles usa um chapéu na cabeça, e o segundo veste um casaco com capuz.

No vídeo, ainda é possível ver quando um deles faz o sinal da cruz instantes antes de executar a vítima.

O homem de chapéu some da imagem, enquanto o de capuz aguarda mais atrás. Poucos segundos depois, o indivíduo de chapéu efetua os disparos de arma de fogo, quando é possível ver todos ao redor. Em seguida, após assassinar o boxeador, a dupla aparece fugindo do local.


0

Emboscada

Paulo Roberto sofreu uma emboscada e levou seis tiros no abdômen e um na cabeça. O crime ocorreu por volta das 5h, quando a vítima chegou ao local na companhia de dois amigos.

Todos conversavam quando um homem, ainda não identificado, surgiu em meio aos carros estacionados e abriu fogo contra o boxeador. Todos os tiros atingiram a vítima, que morreu na hora.

Os dois amigos de Paulo tentaram capturar o homem, que conseguiu deixar o posto sem ser alcançado.

Powered by the Echo RSS Plugin by CodeRevolution.